V.O.R CONTABILIDADE


Tel: +55 11 94732-1965
E-mail: ​vinicius@vorcontabilidade.com
Endereço​​​​​​: Av. Sen. Roberto Simonsen, 1501 - Jd. dos Ipês - Suzano - SP

Fale conosco
Siga-nos

Notícias

8 erros de contabilidade que você não pode cometer

Os erros de contabilidade podem colocar a sua empresa em apuros. Isso porque o gerenciamento incorreto de suas finanças abre brechas para multas e outras consequências judiciais e fiscais.

Dessa forma, é muito importante estar atento, a fim de evitá-los em sua rotina.

Nessas horas, algumas soluções simples, e outras mais complexas, podem te ajudar a obter resultados melhores. Saiba também que alguns empreendedores nem sabem que estão errando.

Se você deseja não cometer mais erros de contabilidade, leia este post e descubra 8 situações que não podem acontecer em seu negócio

 

Qual a melhor alternativa Tributária: Lucro Real, Presumido ou Simples Nacional?

Estamos falando do enquadramento da empresa como SIMPLES NACIONAL, ou como lucro presumido, ou como lucro real.

Cada uma dessas formas de tratamento tem suas particularidades e devem ser analisadas com cuidado. A data limite para a opção, que também é ponto de muita atenção, tem referência ao primeiro pagamento de tributos federais para o exercício, e no caso do SIMPLES NACIONAL, o último dia útil do mês de janeiro, ou seja, esse recolhimento ou esta data limite, dá o direcionamento em termos de enquadramento tributário da empresa para todo o exercício.

Na opção pelo lucro real ou pelo lucro presumido, deve-se ter um avaliação especial ao fato de que no lucro real a apuração pode ser trimestral, com recolhimento de IRPJ e CSLL até o último dia do mês seguinte ao trimestre, ou, no lucro real anual com recolhimentos mensais por estimativa (recolhimento nos moldes do lucro presumido até o último dia útil do mês seguinte ao da apuração), podendo esse recolhimento ser suspenso ou reduzido de acordo com o resultado contábil apresentado em balancetes. Assim o resultado, de fato, apurado na contabilidade é base para análise de necessidade de recolhimento.

 

Por que ter um contador para a minha ONG ou Associação?

É muito comum os fundadores ou mesmo ou responsáveis, pensar que este tipo de organização não vai precisar de um contador, porém quando se vai criar este tipo de organização é muito importante, que se tenha a assessoria de um contador para realizar tal tarefa, pois se você não tiver uma assessoria contábil pode incorrer em uma série de problemas judiciais e fiscais.

Primeiramente, uma ONG apesar de ser uma entidade sem fins lucrativos vai precisar de dinheiro para se manter e para isso será feito uma série de movimentações e mobilizações, para se fazer a arrecadação de fundos, par se registrar estas doações, o único meio possível é por meio de um contador, que vai fazer o registro de maneira correta destes ganhos junto a receita federal.